Marchas 2018: Los Espegance 2018

0

Los Espegance 2018

Letra: Paulo Sérgio Freire
Arranjos Musicais: Rui Talhadas
Canta: Hugo Piló
Coro: Paulo Oliveira

“Los Espegance 2018”

Saí, da cama toda tesa
Vesti o verde princesa
E xpachê-me a almeçar

Era massa com arroz
O papsêk n’era d’hoje
E a nha vizinha entrou lógue a variar

Xke me viu no mê do bálhe
Àbanar o chocálhe
Ia-lhe fúrande uma vista

Virê-lhe a cara do avesse
Dê-lhe um pontapé no sêsse
E deu capa de revista

Tens um megafone na boca,
Na boca, na boca
Andas no diz que disse, tás rouca
Tás rouca, tás rouca

Andas no picance,
Lárga-me o mê lance
Senão é um Los Espegance

Tens um megafone na boca,
Na boca, na boca
Andas no diz que disse, tás rouca
Tás rouca, tás rouca

Saí, da cama toda tesa
Vesti o verde princesa
E xpachê-me a almeçar

Era massa com arroz
O papsêk n’era d’hoje
E a nha vizinha entrou lógue a variar

Xke me viu no mê do bálhe
Kou tinhá mão no agasálhe
Mas eu na fiquê malvista

Apexê-a pus cabelos
Pisê-lhe os tornezêls
Kéla até baixou a crista

Tens um megafone na boca,
Na boca, na boca
Andas no diz que disse, tás rouca
Tás rouca, tás rouca

Andas no picance,
Lárga-me o mê lance
Senão é um Los Espegance

Tens um megafone na boca,
Na boca, na boca
Andas no diz que disse, tás rouca
Tás rouca, tás rouca




  • DEIXA UM COMENTÁRIO

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.